Usabilidade aplicada à apresentação de informação

Jorge Marmion

Agosto, 2003


O mecanismo da Visão

Uma importante empresa de venda de ingressos permite ao internauta adquirir ingressos pela internet, através do seu site. Neste artigo analisaremos a apresentação da informação sob a ótica da amigabilidade e usabilidade.

Apresentação da Informação

Os dados dos diversos eventos são apresentados em ordem seqüencial ascendente de data. Para cada evento é informado, em letras maiúsculas fonte Arial tamanho 3 (12 pixels) o nome do espetáculo (às vezes, sublinhado), o local onde será apresentado, data e hora, novamente o local onde será apresentado (desta vez, sublinhado) e a cidade. Um ícone permite "enviar a um amigo" um aviso sobre o espetáculo selecionado.

Análise

A apresentação é pobre, monótona e falha em vários aspectos.

A utilização de maiúsculos, além de reduzir de 14% a 20% a velocidade de leitura, dificulta o "skip", ou o ato de pular ao próximo. A separação dos espetáculos com uma linha horizontal ajuda a minimizar este problema, mas gasta um espaço adicional na tela, que considerando o número de espetáculos apresentados (veja uma amostra maior) torna-se considerável.

O ícone "Envie a um amigo" ocupa uma linha que invariavelmente está em branco. Mais um espaço inutilizado.

O que o usuário deve pensar quando um espetáculo não tem o ícone "Compre Aqui"? Que os ingressos estão esgotados? Mas porque eu iria recomendar a um amigo um espetáculo cujos ingressos estão esgotados? Ou o convite a um amigo refere-se somente ao espetáculo e não uma data específica de apresentação? A apresentação requer ação exploratória que poderia facilmente ser evitada.

O nome do local é repetido tanto no título quando após a data/hora do espetáculo (às vezes com pequenas diferenças). Esta repetição implica na transmissão de mais bytes que nos necessários, incrementando (especialmente para àqueles usuários com acesso discado de pouca qualidade, ou em horário de pico) o tempo de resposta. Na última, após a data e hora do espetáculo, a ocorrência está sublinhada (usuários com certa experiência provavelmente deduzirão que é um link). Poderia-se pensar que ao clicar no link o usuário obtém mais informações sobre o local. Não; são apresentados todos os espetáculos nesse local.

Por último, o nome da cidade é apresentado em todas as ocorrências, sendo que é sempre o mesmo. Novamente, uma redundância que implica maior transmissão de caracteres com o conseqüente aumento do tempo de resposta.

Como melhorar a apresentação

A apresentação de dados deve satisfazer a necessidade de informações do usuário. Não deve haver qualquer relação entre o "layout" de apresentação e o método de armazenamento ou manipulação de dados. Para chegar a uma apresentação satisfatória é essencial, portanto, efetuar uma análise da necessidade de informação dos usuários, que leve em consideração:

  • Quais os itens de dados que o usuário deseja visualizar?
  • Quais destes são fundamentais à identificação de sua necessidade de informação e quais complementares?
  • fundamentais
  • Há alguma caracterização de homogeneidade (ex: idade, sexo, etc) na audiência?

Onde conseguir tal informação?

O projetista pode recorrer a várias fontes para responder às perguntas acima.

  • A partir dos operadores de telemarketing, caso a empresa tenha experiência no universo real.
  • Efetuando uma pesquisa de campo entre os espectadores, tanto na bilheteria quando na fila de ingresso de diversos espetáculos. A pesquisa não deve ser orientada a consultas na Internet. Lembre que a internet é só mais um meio de transmissão de informação. A pesquisa deve focar-se nas necessidades de informação dos usuários. O que eles procuram quando planejam seu lazer? Utilizam algum meio de informação impresso (ex: jornal), televisivo ou de outro tipo para decidir por tal ou qual espetáculo? Com que freqüência?
  • Analisando o log transacional do site. Quais as páginas mais consultadas? Quais as páginas de saída?
  • Estudando as respostas do "Fale Conosco"
  • Efetuando pesquisas no próprio site

Análise de dados

Qual a informação que os usuários possuem ao adquirir um ingresso? Qual informação seria desejável possuir? Há necessidades insatisfeitas de informações devido às limitações da tecnologia empregada?

Suponhamos, como exercício, que no site somente venderemos ingressos, e que 70% dos usuários, ao entrarem no site, sabem qual o espetáculo (nome do artista ou tipo de espetáculo) que desejam assistir. Uma maioria destes não tem uma preferência específica por uma data. Muitos desconhecem o local onde o evento será realizado, ou desconhecem características fundamentais do local (em que bairro fica? Há estações de Metrô nas proximidades? etc.).

Temos, então, os seguintes dados:

Tipo de evento (ex: Teatro, Dança, Show Musical, Infantil, etc).
Data(s) e horário(s) do evento
Nome do evento
Local (incluindo cidade) onde o evento será realizado

Como o usuário deseja recuperar a informação?

Suponhamos que detectamos duas necessidades:

  • Por pesquisa seqüencial: o usuário entra ao site sem uma idéia específica, e eventualmente pode decidir assistir tal ou qual evento a partir da programação.
  • Por pesquisa direta: o usuário já sabe o que quer assistir, e deseja verificar preço, horários e outros dados para decidir sua compra.

Uma alternativa que satisfaria ambos critérios seria apresentar os espetáculos em ordem crescente do título. Eis uma primeira tentativa:

Não há, entretanto, uma separação muito clara entre os diversos espetáculos, apesar do negrito empregado no título. Que recurso poderíamos utilizar para diferenciar uma ocorrência da seguinte? Tabular os detalhes, após o título, facilitaria o "skip" (pular de uma ocorrência à seguinte sem ler os detalhes da ocorrência) mas o espaço de que dispomos é pouco. A diferenciação pela cor de fundo, neste caso, é uma opção razoável

A utilização de uma linha de separação entre as ocorrências, tal como no projeto original, tem a desvantagem de consumir espaço na tela, algo a ser considerado quando há um grande volume de informações, como é o caso. Mas vamos utiliza-la até para comparar o resultado das mudanças introduzidas.

Entretanto, a organização da informação ainda não é adequada. Ações diferenciadas devem ser aplicadas às diferentes ocorrências de um espetáculo (apresentações), o que não resulta possível com esta apresentação.

Podemos recorrer, então, a um grande aliado do projetista: os ícones. Devemos então considerar: 1) quais as ações possíveis, e 2) quais os itens de dados aos quais se aplicam. Após efetuar este levantamento, construímos ícones adequados:

Para facilitar a interpretação dos ícones a usuários inexperientes, podemos utilizar a linha abaixo do título da tela como área explicativa:

Devemos, ainda, efetuar algumas considerações adicionais: Quantos espetáculos há? Quantas apresentações, em média, tem cada espetáculo? Supondo que há um número considerável de espetáculos, e que em média cada espetáculo tem 24 apresentações, e considerando que "o usuário já sabe o que quer assistir, e deseja verificar preço, horários e outros dados para decidir sua compra", podemos arbitrariamente limitar a lista acima às próximas três apresentações, fornecendo a opção de verificar todas as apresentações de um determinado espetáculo.

Considerações finais

Acreditamos que esta apresentação é bem mais amigável que a anterior. Há somente uma entrada para cada espetáculo, a informação é apresentada em forma mais amigável, o espaço na tela é melhor aproveitado e, fundamentalmente, a uniformidade na apresentação minimiza a possibilidade de dúvidas quanto aos dados apresentados, seu estado e as ações possíveis


Gostaríamos de ouvir sua opinião sobre este artigo.

Conteúdo

Utlilidade


Entre em contato com o(a) autor(a) deste artigo

Convide um amigo ou colega para ler este artigo

Imprima este artigo


Topo da página

(c) 2003-2006 IBRAU - Instituto Brasileiro de Amigabilidade e Usabilidade. Todos os direitos reservados.

(c) 2006 IBRAU - Instituto Brasileiro de Amigabilidade e Usabilidade. Todos os direitos reservados.

Fale com o(a) colunista.

Você gostou do artigo Análise da usabilidade de uma aplica o de registro de sorteio?

A seguir os dados são opcionais

Deseja enviar uma mensagem a Jorge Marmion?

Seu nome:

E-mail

A produção do site não comercializará o endereço de e-mail acima, nem enviará correspondência indesejada

Preencha os dados abaixo e enviaremos à pessoa que você indicar um e-mail convidando-a a visitar o site e ler este artigo.

Seus dados:

Seu nome:

E-mail

Os dados da(s) pessoa(s) que você quer convidar:

Seu nome:

E-mail

Caso deseje convidar mais de uma pessoa, digite os endereços de e-mail separados por vírgula, sem espaços em branco
(exemplo: joão@uol.com.br,pedro@aol.com)

Caso deseje, envie uma mensagem junto com o convite

A produção do site não comercializará nenhum dos endereços de e-mail acima informados nem enviará correspondência indesejada aos mesmos.